Em 2019, serão contemplados 30.675 estudantes de 500 escolas estaduais de várias regiões do Estado. Atividades terão início em maio
Mesmo diante da extrema precariedade financeira do Governo de Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) garantirá a realização da educação em tempo integral no ensino fundamental em 2019. A iniciativa será retomada, inicialmente, em escolas com alunos de menor índice socioeconômico, atendendo às comunidades de maior vulnerabilidade social em várias regiões do Estado.
Neste primeiro momento serão atendidos 30.675 estudantes do ensino fundamental em 500 escolas estaduais. As informações foram apresentadas nesta quarta-feira (10/04), pela secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna, em audiência pública realizada pela Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. As atividades da educação integral terão início em maio.
 
“Reconhecemos a extrema importância desse programa, principalmente na questão social. Nós sabemos que muitas famílias dependem de deixar os filhos na escola para poderem trabalhar, mas sabemos também que se os alunos não forem alimentados, seus pais não conseguirão trabalhar tranquilos. Então, reconhecendo essa importância social, tivemos que adotar critérios de vulnerabilidade social para conseguir manter o programa, com a responsabilidade de garantia da merenda e condições mínimas de funcionamento. Vamos seguir protegendo e dando apoio aos mais vulneráveis. Eles vêm primeiro”, destacou a secretária Julia Sant’Anna.
Ampliação gradual
A secretária de Educação explicou que o objetivo não é acabar com o programa, mas desenvolvê-lo de forma responsável e ampliá-lo gradualmente. “Vamos conhecer de perto a realidade de todas as escolas e fazer com que elas virem referência na Educação, com uma matriz de tempo integral efetiva, formando esses professores, garantindo que eles tenham boa formação com relação ao currículo de referência de Minas Gerais. É com a entrega de bons resultados educacionais que a gente vai mostrar que o aluno vai ser muito bem respeitado.” 
O critério usado para a seleção das escolas foi o indicador de Nível Socioeconômico das Escolas (Inse) até o Nível III, apontado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a partir da participação dos estudantes na Prova Brasil. Fazem parte do Nível III do Inse os alunos com renda familiar mensal de até 1,5 salários mínimos.
 
EDUCAÇÃO INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL ANO  2019 – INÍCIO DAS ATIVIDADES DIA 06/05/19
 
 
 
 
 
 
 
SRE
CODESC
ESCOLA
MUNICÍPIO
TURMAS
SRE SÃO JOÃO DEL REI
133744
EE BENJAMIM GUIMARÃES
BOM SUCESSO
2
SRE SÃO JOÃO DEL REI
134147
EE DE MACUCO DE MINAS
ITUMIRIM
3

 

Modelos de declarações de Perfil

Documento Orientador

 

 

Superintendência Regional de Ensino São João Del Rei

Rua Henrique Benfenatti, 110

Bairro São Judas Tadeu

CEP:36307042 - São João del-Rei -MG

Telefones de Contato